Covering the Bases: “Spaniards and Mexicans Race to Complete the Triple Play”


Vigilante consumerdom: angry Argentines spank the Spaniards. Source: Iconoclastas.

DCI: Comércio, Indústria & Serviços (São Paulo, Brazil) reports: Spaniards gird their loins against the Mexicans in Brazil as the Tupi consider whether to create a homegrown telecom behemoth with the proposed merger of Oi and Brasil Telecom.

A Net Serviços, controlada pela Telmex, uma das empresas de Carlos Slim, empresário que também tem controle sobre a Claro e a Embratel, avança sobre o market share do mercado de Internet em banda larga em cima das líderes do segmento, como Telefônica, Brasil Telecom (BrT) e Oi, respectivamente. Ao perceber o avanço da concorrente, a Telefônica se prepara para contra-atacar, e especialistas estimam que ela deverá investir cerca de R$ 700 milhões em banda larga (Sppedy [sic]) este ano, valor superior aos R$ 500 milhões aplicados no serviço ano passado, para manter a liderança.

Net Serviços, controlled by Telmex, one of the companies belonging to Carlos Slim, who also controls Claro and Embratel, is gaining market share in broadband Internet at the expense of the market leaders: Telefônica, BrT and Oi, in that order. Noting that its competitor is gaining on it, Telefônica is preparing a counterattack, and analysts estimate it will invest some R$700 million in Speedy broadband this year, an increase over the R$500 million it invested last year, in order to maintain its leadership position.

The deal aspect of the story is a bit over my head, let me make it clear from the start. The strategic rationale for allowing a Brazilian megaoperator to form is said to be a desire to reassert the balance of power in the Treaty of Tordesilhos-Tordesillos.

Telecom is strategic, and they say Brazil would like to have a homegrown multinational in this sector, generating an international market for homegrown Tupi technology and technological know-how. That is how I vaguely understand the issue. I need to study it more.

Meanwhile, here is a local and personal consumer angle: We have Net cable broadband — Telmex shares the venture with Globo, I understand — at home, as part of a “double-play” package. And we are keeping a careful eye on the developing options for “triple play” — boob tube, VoIP telephony and broadband internet. Portability of our current phone number is a major factor in the decision (which is the kind of decision my wife tends to make, by the way.)
We had the Cablevision triple play back in Brooklyn and were very happy with it. Relative to local wage scales, furthermore, it was about four times cheaper. At least.

My wife used to have Speedy aDSL and, like many users we know, tended to cuss the service endlessly and bitterly. It tended to drop her from the network randomly and often.

Telefônica, the “natural” telephone monopoly here in São Paulo, leads the Procon rankings in consumer complaints.

Segundo Julio Püshel, analista sênior do Yankee Group, consultoria voltada a telecomunicações, um dos grandes pontos de a Net ter adquirido musculatura para chamar a atenção da concorrência é ter criado o pacote triple play (3 serviços em 1), que reúne Internet em banda larga, telefone fixo e TV por assinatura. No entanto, Püshel aponta que no final do ano passado, a Telefônica percebeu o potencial do negócio e passou a oferecer um pacote parecido, o Trio, com os mesmos serviços.

According to senior Yankee Group analyst Julio Püschel, a big point in favor of Net is the muscle it acquired over competitors with its triple play package … However, Püschel points out that Telefônica perceived the potential of this business late last year and came out with its own triple play package, Trio. 

“Os clientes das outras operadoras estão migrando para a Net, que tem na sua oferta de triple play um diferencial competitivo forte. Com o amadurecimento do Trio, da Telefônica, a diferença nesse avanço ao market share tende a cair e a competição ficará mais acirrada”, aponta Püshel. Ele ressalta que Oi (ex-Telemar) e Brasil Telecom, por não terem serviços parecidos com esses, podem ter desvantagem competitiva. Vale lembrar que o mercado de banda larga movimentou cerca de R$ 1,7 bilhões em 2007 e a expectativa neste ano é um incremento de 35% nesse valor, passando para R$ 2,3 bilhões, segundo a E-Consulting, consultoria voltada a telecomunicações.

“Customers of other operators are migrating toward Net, whose triple play package is a powerful differentiator. As Trio matures, the difference in this shift in market share will tend to diminish and competition will heat up,” the Yankee Grouper says. 

Does that mean prices will fall?

What are the initial results for Trio?

Does it (still) suck or does it manage to catch up with Net in terms of uptime, throughput and service, and at a better price?

It must be a nice way to make your living: On the phone with the press, belaboring the obvious for fun and profit. Some of my best friends are analysts, and I do not begrudge them their daily bread, but just ask them: You spend most of your time talking baby-talk, right?

He emphasizes that Oi (the former Telemar) and BrT, because they lack similar services, may be at a disadvantage. The broadband market generate some R$1.7 billion in revenues in 2007 and is expected to grow 35% this year to R$2.3 billion, according to E-Consulting estimates.

A força da Net no setor é clara quando analisados os dados de 2006 a 2007, quando o Vírtua, serviço de banda larga da Net, liderou o crescimento em adições líquidas. Só no ano passado, a empresa registrou 561 mil novos clientes na área, alta de 36,16% em relação a 2006, com cerca de 115 mil adições a mais do que a Telefônica – a 2ª com maior crescimento na base de clientes. Com isso, a Net viu sua representatividade crescer de 11,7%, em 2005, para 18,4%, em 2007, enquanto o share da Telefônica recuou de 31,3% para 26,6%, no mesmo período, e o da Brasil Telecom caiu de 26,3% para 20,3%. A Oi teve redução mais branda, perdendo apenas 1% de mercado.

Net’s strength in this area emerges clearly from the data for 2006 and 2007, when Virtua, its broadband service, led the competition in terms of net new customer adds. Last year alone it signed up 561,000 new customers, a 36.16% increase over 2006, and 115,000 new customers more than Telefônica (Telefónica in Spanish), the runner-up in new customer adds, signed up. With that, Net saw its market share grow from 11.7% in 2005 to 18.4% in 2007, while Telefônica decline from 31.3% to 26.6% in the same period, while Brasil Telecom declined from 26.3% to 20.3%. Oi lost only 1% of its market share in the same period. 

Yes, but it is not like all of these companies compete on a level playing field everywhere in Brazil.

Este ano, a Net terá R$ 750 milhões para investir no mercado. Se mantiver o mesmo rendimento, a empresa pode ultrapassar a Brasil Telecom e a Oi, e fechar 2008 como a segunda maior operadora de banda larga do País. “O grande foco da Net é uma oferta integrada de todos os serviços. Temos nos apoiado nessa estratégia e estamos obtendo ótimos resultados. Os ‘combos’ são uma forma de atrair clientes porque no fim a pessoa entende que tem valor na solução completa, ou seja, a vantagem dos benefícios. Além disso, a Net consegue diminuir os custos, pois existem muitas sinergias, como um faturamento único, os quais são repassados nos preços. Novos combos devem surgir em 2008”, afirma Marcio Carvalho, diretor de Produtos e Serviços da Net.

[ttktktktktktktk]

O diretor mantém expectativa otimista para o ano de 2008. “A Net vai partir bem agressiva para o mercado de banda larga este ano. Iremos expandir, fazer investimentos pesados e continuar evoluindo com a estratégia de ofertar Internet em banda larga agregada a outros serviços”. Em 2008, a Net, que já está presente em São Paulo, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco e Amapá, deverá fazer uma expansão territorial e começar a atuar em novas localidades: Maceió (AL), e João Pessoa (PB). Além disso, quer aumentar a cobertura no Paraná e São Paulo.

[ttktktktktktktk]

The wonderful, long-suffering people of Maceió and João Pessoa — “I found happiness at last in a bordello in João Pessoa” — deserve decent broadband service.

Contra-ataque

[ttktktktktktktk]

Apesar de ter perdido espaço no mercado de banda larga nos últimos dois anos, a Telefônica continua líder absoluta do segmento. Em 2007, a operadora adicionou à sua base 461 mil novos clientes. Agora, a meta é atuar de forma mais intensa no mercado neste ano. “Temos planos de investir pesado em serviços de Internet banda larga e este segmento será uma das prioridades da Telefônica”, atesta Marcio Fibbris, diretor de negócios residenciais da empresa, em entrevista exclusiva ao DCI. Sem abrir números, o executivo explica que a controladora espanhola Telefónica estuda os aportes no segmento, mas certamente serão maiores do que os aplicados ano passado.

[ttktktktktktktk]

O certo é que uma das armas da Telefônica para este ano é o produto Trio, que agrega Internet banda larga, telefone fixo e TV por assinatura. O produto se tornou possível após a Telefônica fechar uma parceria comercial com a TVA. Além disso, como a TVA tem atuação apenas na Grande São Paulo, a Telefônica agiu rápido e também conquistou no segundo semestre do ano passado uma licença para poder atuar como TV digital, assim a empresa também poderá disponibilizar os serviços de TV por assinatura no interior, ampliando a capacidade de atuação do Trio Telefônica.

[ttktktktktktktk]

“Com a possibilidade de oferecer o Trio, ganhamos força no mercado. Agora, a Telefônica está muito mais bem preparada para competir”, analisa Fibbris. Atualmente, a Telefônica tem atuação em cerca de 95% do Estado de São Paulo, em todos os serviços.

[ttktktktktktktk]

Fibra óptica

[ttktktktktktktk]

O diretor aponta que outra prioridade da Telefônica para 2008 é aumentar os serviços de Internet em banda larga por fibra óptica, os quais já são oferecidos no bairro dos Jardins, na capital paulista, chegando a 35 mil lares. A Telefônica investiu R$ 10 milhões para disponibilizar Internet com velocidades de 8, 16 e 30 Mb e rede Wi-Fi nessa região. Neste ano, serão investidos mais R$ 123 milhões nesse produto. “Direcionamos grandes aportes para expandir esses serviços a outras localidades”, diz Fibbris, frisando que os serviços já estarão disponíveis para o centro expandido da capital paulista em 2008, assim como também devem chegar às grandes cidades do interior e a Santos.

[ttktktktktktktk]

A tiny, walled city-state with superbroadband in Jardins and Hygiene City does not help us much here in the Vila Madalena.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s